Bebeu demais e perdeu quase 2 milhões no cassino

Bebeu demais e perdeu quase 2 milhões no cassino

Dizem que beber e dirigir não é uma boa combinação, mas parece que beber e ir a um cassino também não.

Em Las Vegas famosa por sua vocação para os jogos e cassinos uma história insólita aconteceu mostrando que beber e jogar pode não dar muito certo. U

m empresário americano viajou a cidade para se divertir um pouco nos melhores cassinos da cidade. Mark Johnston é um empresário vendedor de carros e corretor de imoveis na Califórnia e queria relaxar num final de semana.

Mas o tiro saiu pela culatra. Johnston perdeu 500 mil dólares, na cotação atual quase 2 milhoes de reais.

Mas o mais curioso é que ele decidiu processar o cassino em busca de indenização.

E a alegação é que o cassino permitiu que ele jogasse e apostasse bebado e por isso ele perdeu o dinheiro. Foram 17 horas seguidas de jogatinha com um prejuizo de 500 mil dólares.

Mas Johnston tem alguma razão na reclamação. Segundo as leis do estado de Nevada nos Estados Unidos, aonde esta Las Vegas, os clientes visivelmente bebados não podem ter permissão do cassino para jogar.

Segundo Johnston o próprio cassino serviu 20 bebidas antes de ele começar.  E antes de começar a jogar no cassino já havia bebido outros 10 drinks.

Isto promete se transformar numa batalha juridica já que fontes dão conta que os donos do cassino também vão processar o americano para que ele honre todo o valor da divida.

O americano acusou o cassino em se aproveitar dele como um batedor de carteiras, tomando vantagem da embriaguez para que ele perdesse.

Em entrevista na CNN ele afirmou

“Bebi alguns drinques no aeroporto. Bebi um drinque no avião. Você sabe, até certo ponto é a minha responsabilidade, OK…Mas o lado ruim para eles (o cassino) é que eles têm mais responsabilidade do que eu…Imagine um bêbado andando pela rua e alguém vai lá e bate a carteira dele. É como eu compararia.”

O advogado do cassino tambem na entrevista a CNN também falou. Segundo ele o cassino agiu de má fase pois:

“Alguém que estava intoxicado à beira de perder a consciência e que não era nem capaz de ver suas cartas e um cassino continua a lhe servir bebidas e a lhe dar mais fichas”

A autoridade do jogo de Las Vegas esta investigando o caso. Na sua opinião é responsabilidade do cassino ou do jogador? Opine

Deixe um Comentário