Ronaldinho Gaucho iria abrir um casino antes da prisão

Ronaldinho Gaucho iria abrir um casino antes da prisão

Um dos maiores jogadores das últimas décadas do futebol mundial, Ronaldinho Gaúcho, passa por uma fase negra na sua história. Preso no Paraguai, o craque brasileiro poderia estar envolvido com jogos ilegais no Brasil.

RONALDINHO E SUA CASA DE JOGOS NO BRASIL

Ronaldinho Gaúcho nasceu e se criou em Porto Alegre, ganhou destaque nacional e despertou o interesse de clubes da Europa ainda quando era uma joia do Grêmio. Embora tenha se tornado um cidadão do mundo, adquirido fama e fortuna fora do Brasil, mantinha raízes no Rio Grande do Sul, e além disso, negócios na sua cidade natal.

Ronaldinho é dono de um imóvel na zona sul de Porto Alegre, local que foi registrado como uma casa noturna, chamada Planet Music Hall. Esta casa enfrentou alguns problemas com a justiça, inclusive por falta de alvará de funcionamento, e seguidas confusões no seu entorno. Entre aberturas e fechamentos, o local passou por uma grande reforma anos atrás.

No Rio Grande do Sul aconteceu uma das maiores tragédias do Brasil, quando em 2013 centenas de pessoas morreram em uma boate sem condições de evacuação em emergências. Os critérios para abertura de casas noturnas ficaram mais rígidos, e a Planet Music Hall foi fechada. O ex-jogador em dado momento passou gestão da casa noturna para terceiros, mas seguia como proprietário do local.

Segundo documentos obtidos pelo Jornal de Brasília, um registrado em cartório e outro no Tribunal de Justiça do RS, Ronaldinho seria confirmado como ainda dono do imóvel, que hoje abriga jogos de cassino, de forma ilegal.

A Winpoker, que atua clandestinamente no imóvel na zona sul de Porto Alegre, teria como “sócio oculto” o ex-jogador, que juntamente com seu irmão, Roberto de Assis Moreira, estariam diretamente ligados ao negócio.

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul, ainda investiga uma possível relação da Winpokercom a Winfil,que atuava também de forma ilegal em anos anteriores, e inclusive sofreu com operações da própria Polícia Civil em conjunto com o Ministério Público, e teve suas operações encerradas.

A Winpoker é localizada a 200 metros da antiga casa de jogos ilegais. Inclusive, quando a Winfilfoi fechada, foram apreendidas 400 máquinas caça-níquel, além de bingo (que é ilegal no país) e outras formas de apostas ilegais em uma estrutura de mais de 5 mil metros quadrados.

Nesta investigação, a polícia descobriu que as atividades ilegais ocorrem nos fundos deste imóvel, e tem como responsável Amir Ibrahim Karam, que além deste negócio em Porto Alegre, teria 3 empresas em Goiânia, Goiás, ligadas ao jogo ilegal, uma delas já inapta devido à processos judiciais.

A Winpoker, em Porto Alegre, teria como atividade principal os jogos de poker, abrigando jogadores com alto cacife, e apostas elevadíssimas. Ronaldinho e Roberto Assis, sofrem com investigações no Brasil acerca de dívidas milionárias, sonegação de impostos e fraude em negócio de pirâmide.

PRISÃO NO PARAGUAI PODERIA TER LIGAÇÃO COM JOGOS

Em notícias que ganharam o mundo, Ronaldinho foi preso no mês passado no Paraguai, detido por posse de documentação falsificada. As informações até o momento eram desencontradas, já que Ronaldo e Roberto Assis estavam ingressando em um país que não exigia passaporte e visto.

O então Ministro da Justiça do Brasil, Sérgio Moro, teria entrado em contato com autoridades paraguaias, para saber as causas da prisão, uma vez que Ronaldinho é o embaixador do turismo no atual governo brasileiro.

A PRISÃO NO PARAGUAI PODERIA TER LIGAÇÃO COM OS JOGOSAlém da documentação falsa, a investigação sobre os irmãos se dá pelo contato de ambos com uma empresária paraguaia, que estaria ligada a jogos ilegais. Além disto, o relacionamento dos dois ex-jogadores, com os empresários de jogos ilegais no Brasil pode ser a solução para este mistério.

Além de Amir Ibrahim Karam, o também empresário Carlinhos Cachoeira, são alvos de investigação de muitos anos, ambos associados à máfia de bingo e outros jogos ilegais. Documentos dão conta de que estes, teriam interesse em expandir os negócios pelos países vizinhos, e Ronaldinho e Assis seriam os representantes do negócio.

A ligação dos irmãos seria com a empresária Dalia López, que supostamente seria a responsável pela aquisição dos documentos falsos. Ainda, o também empresário, Nelson Luiz Belotti anfitrião de Ronaldinho e Assis no Paraguai, que é dono de um cassino na cidade de Lambaré, chamado ll Palazzo.

O processo de investigação sobre Ronaldinho e o irmão segue em curso, e o craque segue preso no Paraguai, agora em prisão domiciliar. A linha de investigação da polícia agora é mais clara, e independente do resultado final, há uma certeza de que a imagem brilhante que Ronaldinho construiu ficou completamente comprometida.

Noticias Relevantes:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.